PRAIAS GAY EM BÚZIOS

O que pode ser melhor do que aproveitar uma linda praia à vontade, sem nenhuma preocupação? Para muitas pessoas, nada. E se essa praia estiver situada em uma maravilhosa península com oito quilômetros de extensão, banhada de um lado por águas quentes do Equador e de outro lado por águas geladas do Polo Sul, sendo que ao redor apenas a natureza prevalece?

Pois esse lugar existe, e está mais próximo do que você imagina. Armação dos Búzios é uma cidade fluminense abençoada pelo bom gosto divino que colocou um paraíso terrestre a poucos minutos de distância do continente. Apesar de ser uma área muito bonita e com praias paradisíacas, Búzios só ganhou destaque turístico entre as décadas de 1940 e 1950. No início, as pessoas se hospedavam na casa dos pescadores nativos. Aos poucos, porém, as elites paulista e carioca foram construindo suas casas de veraneios e levando personagens ilustres, como artistas e políticos brasileiros e estrangeiros, para visitarem a região.

Por ser tão bela e atraente, a cidade fazia com que todos voltassem para seus países elogiando o local. Foi assim que Brigitte Bardot ficou sabendo da ilha e veio ao Brasil visitá-la. Com isso, toda a imprensa mundial se voltou para a região. A partir daí Búzios entrou de vez na rota do turismo mundial.

Turismo gay

Toda a beleza e exuberância do local fez com que o turismo crescesse cada vez mais, dando à cidade estrutura para receber os personagens mais célebres do mundo. Ao longo de suas 23 praias de águas quase transparentes e areia fininha e limpa, Búzios tem espaços reservados para todos.

Quem é adepto do nudismo, por exemplo, tem a praia Olho de Boi para aproveitar com tranquilidade.

Por toda essa beleza, paz e conforto, um dos turismos que mais vêm crescendo nos últimos anos é o GLBTS. Exemplo disso é a praia de Geribá, que tem em sua maioria visitantes gays. Naqueles dois quilômetros de clara areia, jovens bonitos e animados descansam e aproveitam a harmonia que somente a natureza pode proporcionar.

Apesar de a prefeitura da cidade não apoiar a segregação por raça, sexo, religião ou qualquer outro motivo, vê com muito bons olhos a ocupação do público GLBTS em algumas praias de Búzios. Além de aquecer a economia local e atrair mais visitantes para a região, esse público também é responsável pelo crescimento da fama e do status de praia cult.

Por 

Nenhum comentário ainda...

Deixe o seu




Receba dicas exclusivas de passeios pelo Brasil no seu email.